segunda-feira, 15 de agosto de 2016

TOMOU!!!

CFA EMITE NOTA DE REPÚDIO SOBRE POSTAGEM “OFENSIVA” DE MEMBRO DO CONSELHO
bARBARA

A nota defende a tomada de decisões judiciais administrativas contra a publicação feita pelo integrante do conselho

Repudiando o ato racista que envolveu uma jogadora em um jogo da Seleção Brasileira contra a Austrália, o Conselho Federal de Administração (CFA) publicou uma nota contra a postagem feita por um de seus membros, Marcos Cley. O administrador usou a seguinte frase que repercutiu nas redes sociais: “Eu odeio preto, mas a goleira do Brasil tinha chance”.
A resposta emitida em nota, que foi publicada no site oficial do órgão e nas redes sociais, defende a tomada de decisões judicias administrativas contra a publicação feita pelo integrante do conselho. “Tolerância zero com tal atitude é o clamor da sociedade e a posição do CFA”, diz a nota.
Veja a nota na íntegra:

O Conselho Federal de Administração (CFA) vem manifestar seu veemente repúdio pelo lamentável episódio protagonizado por um de seus conselheiros federais na última sexta-feira.
De forma inaceitável e até agora inexplicável, o conselheiro federal pelo Acre, Adm. Marcos Clay, emitiu em seu perfil pessoal no Facebook declarações que, de acordo com a lei e o senso comum, ofendem não apenas a goleira da seleção brasileira de futebol feminino, Bárbara, mas a todas as mulheres e negros. Tal declaração não reflete o pensamento e ações da Autarquia.

Fonte: contilnetnoticias.com.br/

Nenhum comentário: