terça-feira, 15 de maio de 2012

AS DEZ PIORES DOENÇAS DO MUNDO:

AS DEZ PIORES DOENÇAS DO MUNDO

O nosso corpo é muito complexo. Basta uma pequena alteração em nosso DNA ou um vírus invisível para você pegar uma terrível doença ou anomalia e ficar completamente deformado. Algumas são realmente assustadoras e fora do nosso cotidiano por serem tão raras e incomuns. Você que vive reclamando de seu corpo, espere até conhecer essas doenças.

10. Sindrome de Mobius:
É uma doença rara em que os músculos faciais ficam paralisados. Na maioria dos casos os olhos também não conseguem se mover de um lado para o outro. O rosto congela de maneira que quem sofre deste distúrbio não tem expressões faciais, o que faz parecer que a pessoa seja apática ou sofra de retardo mental. Mas a realidade é que o desenvolvimento mental é completamente normal. As causas ainda não são bem compreendidas e não existe tratamento que leve a uma cura.


9. Fetus in Fetu
A foto abaixo é de Sanju Bhagat um indiano de 36 anos que parece grávido e, em efeito, está, e de seu próprio irmão gêmeo. Fetus in fetu é um distúrbio extremamente raro. Esta anomalia poderia-se dizer que é um exacerbo do caso dos gêmeos xipófagos (siameses). Um gêmeo malformado é encontrado dentro do corpo de um gêmeo hospedeiro, seja uma criança ou um adulto vivo.
Isso mesmo, os gêmeos não chegam a se separar completamente quando são zigotos e ficam unidos por alguma região do corpo. Um destes gêmeos cresce, se desenvolve “normalmente”, enquanto o outro se atrofia e se aloja no interior do gêmeo hospedeiro e passa a depender completamente dele.


8. Disprosopia
Também conhecida como duplicação craniofacial é um distúrbio raro no qual o rosto da mesma pessoa é duplicado na sua cabeça. Não se trata de nenhum tipo de gemelaridade como “fetus in fetu”. A condição é causada por uma proteína responsável por determinar as características do rosto e seu excesso leva a um segundo rosto espelhado assim como a falta da proteína leva a características faciais pouco desenvolvidas. Normalmente este tipo de anomalia sequer permite que a criança nasça com vida, mas Lali Singh, nascida em 2008, sobreviveu por dois meses antes de sofrer uma parada cardíaca. 

 

7. Progéria
A Progéria tem origem em um único e pequeno defeito no código genético do bebê, mas leva a efeitos terríveis para a vida da criança que geralmente não chega aos 13 anos de idade. Desde os seus primeiros dias seus corpos super-aceleram o processo de envelhecimento por causa de um defeito nas pontas (telômeros) que prendem as fitas de DNA unidas no núcleo das células. É uma coisa tipo Benjamin Button, eles sofrem sintomas que incluem calvície, doença cardíaca, osteoporose e artrite mesmo ainda sendo uma criança. A doença é muito rara, afetando apenas um em cada oito milhões de nascimentos.



6. Epidermodisplasia Verruciforme:
Também conhecida como doença do ‘homem-árvore’, EV é uma doença hereditária extremamente rara que leva a formação de verrugas na pele que nunca param de crescer. Ela costuma se manifestar entre um e 20 anos de idade e afeta normalmente as mãos e os pés. O único tratamento conhecido é a remoção cirúrgica das verrugas que voltam a crescer em seguida, o que exige cirurgias frequentes. Em 2007, o homem da foto teve quase seis quilos de verrugas removidas e hoje necessita novamente de cirurgia para poder utilizar as próprias mãos.


5. Sindrome de Protheus:
Joseph Merrick, é provavelmente o caso mais famoso dessa síndrome. Ele deu origem ao filme "O Homem Elefante". Esta doença causa crescimento ósseo e de pele excessivos, causando o gigantismo parcial dos membros ou o crescimento excessivo dos dedos enquanto algumas zonas do corpo crescem menos do que deveriam. Tudo isto provoca uma desfiguração extrema da pessoa que costuma ser socialmente estigmatizada. Apenas 100 casos foram confirmados pelo mundo desde que a doença foi oficialmente descoberta em 1979. Quem sofre desta doença tem função e capacidade mental normal. Uma Curiosidade: Protheus, era um Deus Marinho da mitologia grega, reverenciado como profeta, que assume aparências monstruosas e assustadoras, para espantar as centenas de pessoas que o procuravam para descobrirem os acontecimentos vindouros.



4. Porfiria Cutânea
A porfiria cutânea é uma doença que causa bolhas, excesso de pelos, inchaço e necrose da pele. Pode levar a dentes e unhas avermelhados e depois da exposição à luz solar a urina fica azul, rosa, marrom ou preta. A produção de pelos pelo corpo aumenta, como uma medida do nosso organismo para proteger a pele degradada, o rosto dos enfermo pode chegar a ficar coberto de pelos, assemelhando-se à uma fera. Essa corrosão dos tecidos é mais frequente na região dos lábios, o que deixa os dentes expostos, dentes estes muitas vezes já apodrecidos. Antigamente, os portadores desta doença eram associados à vampiros e lobisomens e o sofredor era obrigado a viver longe da sociedade por ser confundido com um monstro. A doença é parte de um grupo de distúrbios conhecidos como porfirias que levam a problemas mentais e físicos devido à superprodução de certas enzimas pelo corpo. O nome da doença vem do grego “porphura” que significa “pigmento roxo”.



3. Elefantíase:
A elefantíase, ou filaríase é o esticamento da pele causado pela superpopulação de parasitas que podem nos contaminar através de picadas de mosquito, presentes nas regiões tropicais ou sub-tropicais, como o Aedes Egipt, Anopheles, Mansonia etc. Não é incomum na África. Uma doença um pouco diferente é causada através do simples contato da sola do pé com o solo contaminado. Em partes da Etiópia cerca de 6% da população sofre do problema e é uma das doenças mais comuns que tornam as pessoas inválidas no mundo. Existem vários esforços para erradicar a doença que se espera que desapareça até 2020.




2. Fibrodisplasia ossificante progressiva (FOP):
Acontece quando o corpo não tem controle do cálcio produzido e acaba criando outros ossos. As consequências são a quantidade de ossos excessivos no corpo, chegando até a dois esqueletos. Ossos nascem em lugares que nunca deveriam existir como em músculos, tendões articulações e ligamentos, o que acaba restringindo progressivamente os movimentos, causando a imobilização do doente, que fica como uma estátua. A remoção da ossificação é ineficaz, pois volta a crescer novamente similar a um processo de cicatrização. A doença é tão rara que normalmente é erroneamente diagnosticada como um possível câncer, levando os médicos a realizarem biópsias, o que aumenta o crescimento dos calos ósseos. Não existe cura. O caso mais famoso é o de Harry Eastlack que teve o seu corpo tão ossificado que ao final da vida movia apenas os lábios. Seu esqueleto está exposto no Museu Mütter, nos EUA (foto).



1. Difalia:
Também conhecida como Duplicação Peniana é uma condição que acontece apenas nos homens, que nascem com dois pênis onde apenas um ou ambos podem ser totalmente funcionais. É uma condição rara com apenas mil casos registrados. Nos EUA, um em cada 5,5 milhões de homens tem dois pênis.



Nenhum comentário: