quinta-feira, 19 de abril de 2012

ESSA DOENÇA MATA:AVC

DOENÇAS QUE MATAM NO BRASIL

AVC É A DOENÇA QUE MATA...




De repente, uma dor muito forte na cabeça e dormência em um dos lados do corpo. Depois do atendimento médico, o diagnóstico: Acidente Vascular Cerebral (AVC), o responsável por 10% das mortes em todo o mundo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 15 milhões de pessoas têm AVC por ano no planeta. Destas, cinco milhões morrem e outras cinco milhões ficam com sequelas físicas e mentais. De acordo com o Ministério da Saúde, o AVC é a doença que mais mata no Brasil. 

Popularmente conhecido por derrame, o Acidente Vascular Cerebral é causado pelo entupimento ou rompimento dos vasos sanguíneos cerebrais. De acordo com o neurologista do Hospital Universitário da UFMA, Achilles Câmara Ribeiro, uma vez estabelecido o quadro da doença, o paciente tem um intervalo de cinco horas – chamado janela terapêutica – para procurar o serviço de atendimento médico especializado e desobstruir o vaso sanguíneo bloqueado. A rápida identificação dos sintomas e a ação da equipe médica são fundamentais para diminuir a possibilidade de morte. 

O neurologista explica que as manifestações ocorrem, geralmente, em pessoas acima de 50 anos. É necessário realizar atividades físicas regulares, ter uma alimentação equilibrada e controlar a pressão arterial, a diabetes e o colesterol. “Os sintomas mais frequentes do AVC são a dificuldade para falar, dormência nos membros, alterações na visão e boca torta”, destaca Achilles, professor do Departamento de Medicina I da UFMA. 

De acordo com o Ministério da Saúde, o AVC é responsável por 40% das aposentadorias precoces no país. A reversão da lesão causada no cérebro quase nunca é completa. “Se a população tomar consciência dos fatores de risco, a doença pode ser evitada”, ressalta o neurologista. 

Existem dois grandes tipos de AVC: isquêmico (responsável por 80% dos casos da doença) e hemorrágico (20%). Segundo o Neurologista, o isquêmico ocorre quando os vasos cerebrais são entupidos devido à formação de placas que impedem a passagem do sangue ao cérebro, que necessita de um fluxo de 700ml a 900ml de sangue por minuto. O hemorrágico (sangramento) ocorre quando há o rompimento dos vasos sanguíneos do cérebro. “O AVC hemorrágico é o mais grave e tem altos índices de mortalidade”, diz Achilles.


Fonte: Israel De Napoli

Lugar: ASCOM UFMA

Nenhum comentário: